A pousada que tem a vista mais bonita do Rio

Imagina acordar com uma vista dessas todos os dias… Você pode, eu posso, todos podem. E por um precinho camarada. A Pousada Alto Vidigal fica na parte mais alta do Morro do Vidigal e tem um visual privilegiado das praias de Ipanema e Leblon e da Lagoa Rodrigo de Freitas. O pôr-do-sol garantem que é uma das coisas mais incríveis que você pode encontrar na cidade. Quem não quiser ficar hospedado também pode ter acesso a esse visual. Basta procurar um lugar que todos conhecem como Arvrão. Subindo de carro pela rua principal do Vidigal, é preciso subir, subir, subir e… subir. Quando a rua acabar é que chegou. Vai valer a pena, tenho certeza.

A pousada pertence a um jovem austríaco, de 34 anos, que se apaixonou pela vida na favela. Andreas Wielend conheceu a comunidade através de um amigo. Estava procurando um lugar bom e barato para ficar enquanto ainda procurava emprego na cidade. Quando chegou a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) ainda não estava na comunidade. E ele ficou com aquelas dúvidas que todos tinham.

- Perguntei para esse meu amigo se as pessoas não tinham medo de tiroteio, armas e ele disse que não. Aí quis saber se não iam me matar e ele falou que não tinha problema porque era amigo dele — lembra Andreas.

Com a casa montada, os amigos gringos começaram a aparecer pedindo para ficar um tempo. Primeiro um turista da França, depois uma menina da África do Sul e um alemão. Estava na cara que tinha uma boa oportunidade ali.

- As pessoas foram chegando e fui montando quartos. Aí resolvemos colocar na internet e a procura aumentou muito. Na alta temporada recebemos muitas pessoas aqui. Durante o ano ficam por aqui muito estudantes da PUC, que fica pertinho — conta o austríaco, chamando o estudante mexicano Arthuro Macias para a conversa.

O jovem de 23 anos está na Pontifícia Universidade Católica (PUC) para um curso de seis meses. Poderia ter ficado em algum lugar da Zona Sul, mas achou melhor conhecer a favela. Não se arrependeu.

- As pessoas da favela têm sentimento de comunidade, dão bom dia, boa tarde. As pessoas na Zona Sul usam as roupas mais caras, mas não falam com você. Acho o pessoal daqui melhor, mais sincero.

Quando Arthuro chegou no Morro do Vidigal a comunidade já estava pacificada. Andreas conta que a presença da polícia aumentou o número de turistas na favela. E garantiu mais tranquilidade para quem chega.

- Antes eu tinha que descer, explicar que não era pra tirar fotos, que não poderia fazer isso, aquilo. agora são regras normais — comemora o dono da pousada.

O Alto Vidigal também recebe quem não está hospedado. Todos os domingos, por exemplo, rola uma festa chamada After Beach. É para o pessoal que deixa a praia e ainda está querendo curtir. Começa 18h e termina depois de meia-noite. É o momento que moradores da comunidade e turistas se encontram para curtir o visual.

A agenda completa de eventos e mais informações sobre hospedagem estão no site deles: www.altovidigal.com. Quem preferir pode ligar para 3322-3034 e falar direto com o Andreas. No Facebook basta colocar www.facebook.com/casaaltovidigal.

Link e Veja fotos do Alto Vidigal:

http://www.blogdapacificacao.com.br/vidigal-2/a-pousada-que-tem-a-vista-mais-bonita-do-rio/

 

Written by

No Comments Yet.

Leave a Reply

Message

var _gaq = _gaq || []; _gaq.push(['_setAccount', 'UA-7725167-16']); _gaq.push(['_trackPageview']); (function() { var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true; ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://ssl' : 'http://www') + '.google-analytics.com/ga.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s); })();